Oi, gente! No post de hoje gostaria de falar sobre a minha primeira leitura de maio: A Garota no Trem. 

A Garota no Trem é o primeiro romance da autora nascida no Zimbábue, Paula Hawkins. Ele conta a história de Rachel, uma mulher divorciada que possui um sério problema com bebidas. Por isso quis focar bem na taça de vinho (bom, no meu caso, suco de uva), pois parece que sua vida gira em torno do álcool e do que vem a seguir. 
Rachel pega o trem para Londres todos os dias de manhã, religiosamente no mesmo horário. Nessas viagens de trem ela sempre volta sua atenção para a casa número 15, casa que fica bem perto dos trilhos do trem. Rachel parece obcecada pelos moradores daquele lar, moradores que ela denominou de Jess e Jason, e cria em sua cabeça a vida perfeita que aqueles dois devem possuir. Fantasia e imagina como essas pessoas devem ser boas, felizes, com um casamento perfeito. Até que ela vê da janela do trem algo chocante, e dias depois Jess (que na verdade se chama Megan) está desaparecida.
No livro temos três pontos de vista: o da própria Rachel, Anna (atual esposa do ex-marido de Rachel) e o de Megan (a moça desaparecida). Todas elas são psicologicamente instáveis e fazem besteiras atrás de besteiras. Fiquei o livro inteiro querendo entrar nas páginas dele, segurar os ombros dessas mulheres e sacudi-las, dizer para elas pararem de falar/fazer/pensar daquela maneira. Que isso acabaria com a vida delas!
Na página 289 um determinado personagem fala: "Vocês são todas umas mentirosas. Todas, sem exceção." E o livro não poderia ser melhor resumido do que nessa frase. São todos personagens mentirosos, todos tentando ser o que não são. Imaginando, fantasiando e enganado. Criei um caso de amor e ódio por esses personagens e no final um nojo tremendo por um deles.

O final não me surpreendeu, pois antes da metade do livro já desconfiava do que poderia ter acontecido com Megan e durante a leitura a certeza se formou. Porém ainda o devorei mesmo assim e fiquei surpresa com alguns outros acontecimentos que eu não desconfiava de forma alguma. A narrativa é muito gostosa e simplesmente vai te levando, como se você fosse uma folha ao vento, indo e indo (sem contar que os capítulos pequenos ajudam e muito).
Vi várias resenhas negativas, mas para mim o livro funcionou perfeitamente. Me prendeu, me deixou angustiada, curiosa e me entreteve como nenhum outro livro o fez durante esses últimos meses. E isso me fez dar 5 estrelas para ele, pois ele foi útil num momento onde tudo o que eu precisava era ficar focada em outras coisas.

O livro foi lançado pela editora Record e posso dizer que eles fizeram um ótimo trabalho com essa edição. A capa é bonita e possui um esquema de cores interessante, pois o vermelho das letras (que é em alto relevo, com aplicação de verniz) contrasta com o fundo esverdeado e combina com a lombada avermelhada. As páginas amareladas são confortáveis e o espaçamento entre linhas contribui para a leitura, assim como a fonte escolhida. (Que me lembrou um pouco a fonte das máquinas de escrever. Com as letras meio borradinhas nas laterais.)
Recomendo muitíssimo o livro! Para quem gosta de thrillers e pra quem adora um livro que te prende do início ao fim.

E vocês? Já leram ou pretendem ler esse livro? O que andam lendo no momento? Eu estou lendo A Coroa, da Kiera Cass, e logo mais farei resenha dele por aqui.

Espero que todos vocês tenham um dia iluminado! Até mais!


Tchau, tchau!

♥ Facebook ♥ Instagram ♥ Twitter ♥ Flickr ♥ Pinterest ♥ Skoob ♥ Goodreads 

P.S: Estou pensando em fazer as fotos das resenhas assim, um pouquinho temáticas. Mas queria saber o que acham. Se puderem dar a opinião de vocês, seria maravilhoso! 

2 Comentários

  1. Eu também gostei muito desse livro e na metade também já sabia o que ia acontecer mas gostei bastante do final. Se você gostou desse acho que vai gostar de garota exemplar (se ainda não leu). Tem essa coisa do suspense, mistério e faz você devorar o livro. HAHA :P

    E eu adorei as fotos temáticas. <33333

    Beijos!
    http://www.prateleiracolorida.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu quero muito ler Garota Exemplar! Desde que assisti ao filme estou louca para lê-lo.
      Também vi que vão lançar um livro chamado A Garota Perfeita e parece ser no mesmo estilo de Garota Exemplar.

      Fico tão feliz que tenha gostado! Não são suuuuper temáticas, mas acho que os pequenos detalhes já dão um toque especial. ^U^

      Beijos!!!

      Excluir